E quando tudo passar, para onde viajar?

 

Pesquisa mostra os planos dos brasileiros para próximas viagens pós pandemia.

 

Pesquisa feita pela Vivo Ads com a participação de cerca de 24 mil pessoas de todo o Brasil, mostra que 59% dos entrevistados pretendem viajar após o isolamento e metade acredita que viagens serão mais perigosas em um cenário pós pandemia.

 

Diante da atual pandemia de coronavírus, um levantamento realizado recentemente apontou que quase 60% dos brasileiros pretendem viajar após o período de isolamento social em um curto espaço de tempo, enquanto 28% dos entrevistados declararam ter sofrido um impacto significativo nas viagens previamente planejadas para 2020, postergando para o ano seguinte.

 

Deste grupo, cerca de 83% alteraram seus planos de viagens nacionais. 18% do total deste grupo efetivamente cancelou seus pacotes e outros postergaram a sua utilização.

 

Cerca de 20% de todos os entrevistados que declararam interessados em viajar a partir de agora para fora do Brasil escolheriam os Estados Unidos e 18% a Europa.

 

Nos destinos nacionais, o Nordeste foi o mais citado, seguido pelo Sul do país. A pesquisa revela ainda que 26% dos participantes planejam comprar suas futuras viagens pela internet.

 

Um grupo significativo (cerca de 52%) acredita que as viagens ficarão mais caras a partir de uma maior flexibilização. Além disso 50% acreditam que, além de mais cara, ficará mais perigoso viajar.

 

Isso preocupa o setor, já desgastado pela dificuldade econômica. A recuperação pode ser mais lenta que o planejado.  No Brasil, o turismo perdeu cerca de R$ 12 bilhões somente na segunda quinzena de março, quando começou o isolamento social, de acordo com uma estimativa feita pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Com relação ao mesmo período no ano passado, a queda é de 84% no faturamento.